15 49.0138 8.38624 https://www.ingah.com.br arrow 0 none 1 Seu e-mail foi enviado Ocorreu um problema! Tente novamente Novo Quente! Promo cookie-true 600
0
  • Nenhum produto no carrinho.

Economia Criativa

Economia Criativa

economia criativa brasil

O termo Economia Criativa surgiu no Reino Unido com o livro The Creative Economy, de John Howkins, que reuniu no seu best seller de 2001 as questões do momento sobre o tema.

Economia Criativa pode ser definida como o conjunto de negócios baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico e repensa as relações em comunidade. É um novo olhar sobre o empreendedorismo, que pede multidisciplinaridade por parte do empreendedor, atenção a novas profissões e tem a economia colaborativa como seu carro-chefe.

Está estabelecida sobre oito pilares – arquitetura, design, artes, moda, cinema, audiovisual, literatura e artes cênicas –, segundo o conceito original do inglês John Howkins.

A Economia Criativa abrange os ciclos de criação, produção e distribuição de bens e serviços que usam criatividade, cultura e capital intelectual como insumos primários. A indústria criativa estimula a geração de renda, cria empregos e produz receitas de exportação, enquanto promove a diversidade cultural e o desenvolvimento humano.

No Brasil, a economia criativa passou a ser discutida oficialmente em 2011, com a formação da Secretaria da Economia Criativa. A partir de então, entraram em cena representantes do mercado financeiro interessados em contribuir com a evolução do conceito, formando diversos grupos de estudo e abrindo espaço para essas atividades.

Concretamente, a área criativa gerou uma riqueza de R$ 155,6 bilhões para a economia brasileira em 2015, segundo “Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil” (publicado pela Firjan em dezembro de 2016.)

Em meio a um periodo turbuleto de crise, a economia criativa não para de crescer no Brasil, gracas a sua oferta de resposta rapida e eficaz às adversidades.A tendência é que esse setor seja cada vez mais explorado e difundido no país.

Para saber mais:
1)  Livro The Creative Economy, de John Howkins.
2)  Livro Empreendedorismo Criativo, de Mariana Castro, que traz nove histórias completas sobre novos empreendedores brasileiros e seus empreendimentos criativos.

Fontes

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/segmentos/economia_criativa/como-o-sebrae-atua-no-segmento-de-economia-criativa,47e0523726a3c510VgnVCM1000004c00210aRCRD

http://projetodraft.com/verbete-draft-o-que-e-economia-criativa/

https://endeavor.org.br/voce-ja-ouviu-falar-em-economia-criativa/

https://oglobo.globo.com/economia/economia-criativa-avanca-mesmo-durante-recessao-18399357#ixzz4n62QPrc2

 

por Ariane Faria

0 Comentários

Deixe uma resposta

Compra pra mim!

E-mail Preview

Você gostaria de comprar este presente pra mim? :)

Comprar agora!

Opções

E-mail Settings

X
%d blogueiros gostam disto: