15 49.0138 8.38624 https://www.ingah.com.br arrow 0 none 1 Seu e-mail foi enviado Ocorreu um problema! Tente novamente Novo Quente! Promo cookie-true 600
0
  • Nenhum produto no carrinho.

Slow food uai !

Slow food uai !

Nasci e cresci numa cidade grande. Mas minha mãe é mineira. E entre idas e vindas para o interior e as várias lembranças de infância, muitas são associadas a comida.

Minha avó  fez e ainda faz pães, bolos e doces para nos esperar quando vamos visita-la. Na casa dela tem uma sala de jantar, que nunca é usada. A família (que nao é pequena, tenho 10 tios) gosta mesmo de ficar amontada na cozinha, que até pouco tempo atrás não tinha geladeira.

Hoje o fogão de lenha não fica mais no centro da casa, mas se fecho os olhos ainda sinto aquela quenturinha gostosa nas mãos, como era nas noites frias de inverno na montanha, o cheiro de café no bule e o sabor do arroz feito com banha.

Tudo que minha avó  usava para cozinhar nesta época vinha do entorno de onde ela vivia: ovos, banha de porco, leite,carne,café e fubá, por exemplo. Ela conhecia pessoalmente as pessoas que faziam estes ingredientes chegarem até ela. E para mim, tudo isso tinha um sabor ainda mais especial, quando ela preparava para nós refeicões cheias de sabor e afeto.

Minha avó era adepta do slow food e não sabia !

O Slow Food surgiu na Itália, no final da década de 80 e hoje está presente, como organização em mais de 150 países. No Brasil são mais de 50 grupos, chamados de Convívio. Os grupos focam seu trabalho em educação, valorização do pequeno produtor, protegendo produtos em risco de extinção, organizando eventos, reunindo pessoas e fazendo campanhas.

Slow food brasil

Devagar se aproveita mais o caminho

Ecogastronomia é o o conceito seguido pelo Slow Food. Ele reconhece as fortes conexões entre o prato e o planeta. Todos tem o diretio de comer bem e consequentemente tem responsabilidade de defender as heranças culinárias, tradições e culturas que tornam possível este prazer.

Bom, limpo e justo: é como o movimento acredita que dever ser o alimento.  O alimento que comemos deve ter bom sabor, dever ser cultivado de maneira limpa, sem prejudicar nossa saúde,o meio ambiente e os animais, e os produtores devem receber o que é justo pelo seu trabalho.

Slow food vai além de comer ou cozinhar devagar. É um grande questionamento que leva a atitudes. O que comemos não muda só a nós, muda a paisagem a biodiversidade e a preservação do planeta. O prazer da boa comida pode estar aliado a um compromisso com as comunidades locais e o meio ambiente.

Qual a sua relação com o que você come? Muitas vezes é preciso retomar tradições para repensar o futuro!

Sempre comi devagar. Quem me conhece sabe: Sou a última a sair da mesa, sempre. Antes eu pensava que era simplesmente porque comer depressa faz mal. Hoje seu sei que que minha calma ao saborear uma refeição é muito mais do que isso.

 

Para saber mais:

https://www.slowfood.com/

https://www.youtube.com/watch?v=0mGV2hoorgI

https://www.youtube.com/watch?v=hwyDLHWYLow

Livro: Slow food: princípios da nova gastronomia de Carlo Petrini

 

Fonte: http://www.slowfoodbrasil.com/

Por Ariane de Faria Marcolino

2 Comentários

  • agosto 26, 2017 no 2:30 pm Mayara Soares

    Engraçado como tudo faz sentido sem percebermos, mais tem um porque!
    Parabéns pelo texto e por todos envolvidos Ingah!
    Abraço

    • agosto 26, 2017 no 5:19 pm Ingah

      Verdade Mayara !
      Obrigado pelo retorno.
      Abraços !

Deixe uma resposta

Compra pra mim!

E-mail Preview

Você gostaria de comprar este presente pra mim? :)

Comprar agora!

Opções

E-mail Settings

X
%d blogueiros gostam disto: